8 de dezembro de 2015

Patinação

Dessa vez nem vou fingir! Postando o vídeo simplesmente porque sou fã (do esporte e do atleta) e aqui ele bateu o recorde mundial no programa longo e no total de pontos!

 


Explicando: a competição de patinação artística é dividida em 2 programas, um curto (duração máxima de 2 minutos e 40 segundos) e um longo (duração 4:30 +/- 10 segundos). Cada programa é patinado em dias diferentes e a soma dos pontos define o ganhador.

E o Yuzuru Hanyu é o recordista mundial nessas 3 pontuações. Além disso é medalha de ouro nas Olimpíadas de Inverno de Sochi 2014 e de outras importantes competições.

Já que esse é um post que acho que quase ninguém vai ler (infelizmente, pois adoraria que mais e mais pessoas gostassem desse esporte) vou escrever mais! kkkk Aos poucos que vão ter a paciência de ler, senta que lá vem história!!

Nunca gostei de esportes. Nem de praticar, nem de assistir. Primeira vez que assisti uma competição de patinação artística foi nas Olimpíadas de Inverno de Vancouver em 2010, que foi a primeira vez que passou uma Olimpíada de Inverno em um canal aberto aqui no Brasil. Eu adorei logo de cara, mas não me tornei fã de nenhum atleta em especial.

O Mundial de 2012 também foi transmitido na TV aberta e um patinador que eu nunca tinha visto me chamou a atenção.
Antes dele começar a patinar eu comentei com a minha mãe:
- Coitado! Deve ser odiado pelas meninas!
- Por que? Tão bonitinho!
- Por isso mesmo! Mais bonito que as meninas e isso sem maquiagem!!


Então assistimos essa apresentação que você acabou de ver acima! E minha reação em casa foi a mesma do público que estava lá!

Mas nessa época eu ainda não sabia que existia na internet um monte de fãs compartilhando vídeos e informações sobre patinação. E assim foi até a Olimpíada de Inverno de Sochi em 2014.

E lá estava aquele menino com traços delicados, que saltava perfeitamente bem e caia de bobeira. (Desculpa, era assim que eu me lembrava dele! kkk) E ele foi lá e quebrou o recorde do programa curto.



Eu queria ver mais, então fui procurar na internet. Descobri que ele respira como se estivesse morrendo ao final do programa porque ele tem asma. Que  ele estava treinando quando a cidade em que ele morava foi atingida pelo terremoto e tsunami em 2011. O rink onde ele treinava ficou destruído e sua família precisou sair de casa e ficar 3 dias em um abrigo improvisado em uma escola.

Ele pensou em parar de patinar, mas ao invés disso decidiu fazer da sua patinação uma forma de levar esperança e conforto para as vítimas do tsunami. Participou de eventos de patinação visando arrecadar fundos para auxiliar as vítimas, escreveu uma autobiografia cujos royalties são destinados ao rink de patinação de sua cidade (onde ele treinava e que foi destruído pelo terremoto). Além disso, ele participa de alguns programas de TV onde ele visita a área afetada mostrando como as pessoas estão morando e leva um pouco de alegria para pessoas que perderam casa, amigos e família.

Algumas de suas exibições são mensagens para as vítimas do tsunami, mas servem também de mensagem para quem passa por um momento difícil. Eu me tornei fã quando vi essa exibição.


Infelizmente as versões dela no Youtube não estão com a tradução da música tão boa quanto essa versão do Dailymotion. Vale a pena clicar aqui no link e assistir com a tradução em inglês.

E já que este post está longo e cheio de vídeos... que diferença faz colocar mais alguns?!

Ainda não virou fã?! Então olha esse vídeo aqui:


Ao final de uma competição, em que ele ficou em primeiro lugar, ele ajuda a reparar o gelo para demonstrar sua gratidão pelos funcionários que atuam nos bastidores das competições. Pela reação dos funcionários, dá para perceber que essa não é uma atitude comum.

E aqui mais um vídeo


Encerramento do GPF Barcelona, onde Yuzuru "ajuda" um atleta júnior a se enturmar e ainda manda o vice-campeão dar uma última volta pelo rink, pois a competição estava acontecendo em seu país.

Além de tudo isso, em suas entrevistas ele sempre elogia os outros atletas (principalmente os mais jovens), nunca vi falando mal de ninguém. Quando ele não vai bem em uma competição ele não coloca a culpa no gelo ou nos juízes, sempre fala que vai se esforçar mais.

Ele faz campanhas contra o bullying nas escolas e também para incentivar doação de sangue:


É um atleta e ser humano incrível!

E o legal de ser fã de patinação é que você começa a torcer para vários atletas. E no final nem importa tanto como vai ficar o pódio.

Atualizando: duas semanas depois ele bateu todos os recordes de novo!! Incrível!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Vocês podem comentar anonimamente, mas por favor, coloquem algum nome fictício ou apelido!
Fico me sentindo meio boba nomeando todo mundo de Anon! rs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...